domingo, 25 de julho de 2010

Muricy- Como pai, o dever de cumprir aquilo que está acertado é a mensagem que passo aos meus filhos


Um dia depois de ser convidado para assumir o cargo de treinador da seleção brasileira e não ter sido liberado pela diretoria do Fluminense, Muricy Ramalho decidiu se manifestar sobre o caso. Em nota divulgada por sua assessoria de imprensa na tarde deste sábado, o treinador desejou sucesso ao novo ocupante do posto e agradeceu à CBF por respeitar sua decisão de não aceitar o convite. E disse entender a posição do comando do Tricolor carioca.

- Quero nesse momento desejar sorte e sucesso ao técnico Mano Menezes no comando da Seleção Brasileira e agradecer ao presidente da Confederação Brasileira de Futebol, Ricardo Teixeira, e ao assessor de comunicação, Rodrigo Paiva, pelo respeito a decisão que tomei. Ambos foram excepcionais na conversa que tivemos, nesta última sexta-feira (23 de julho).

- Quero dizer à direção do Fluminense que também respeito a decisão do clube e de seu patrocinador, e que entendo a posição adotada. Neste momento, estou focado no meu trabalho junto ao Fluminense Football Club - garantiu.



Na nota, Muricy ressaltou a importância de cumprir o que foi combinado.

- Como pai, o dever de cumprir aquilo que está acertado é a mensagem que passo aos meus filhos e, em nome disso, que mantenho sempre a minha postura e posições em minha vida.

Muricy Ramalho tem contrato com o Fluminense até dezembro deste ano. E segundo a direção tricolor, a ampliação do acordo até o fim de 2012 já havia sido acertada entre o clube e o representante do treinador, Márcio Rivelino.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Campos dos Goytacazes

Minha cidade,meu berço,minha vida.Eu sei que jamais voltará a ser como antes "arquitetônica mente falando"mais ,voltar a ser uma c...