segunda-feira, 26 de julho de 2010

Produtos tóxicos caem no rio Itabapoana


Um vazamento de produtos tóxicos na empresa de Mineração Samarco, no município de Espera Feliz, em Minas Gerais, preocupa a Defesa Civil no Estado do Rio de Janeiro e pode causar suspensão no fornecimento de água em dois distritos da região norte de Campos, no município de São Francisco de Itabapoana e em cidades do Noroeste Fluminense. O vazamento ocorreu após o rompimento de uma barreira na mineradora, lançando os produtos no Rio São João, que desemboca no Rio Itabapoana. Ainda não se sabe a quantidade que foi lançada.Uma equipe da Defesa Civil Estadual, comandada pelo coronel Moacir Pires, está na cidade mineira para fazer uma primeira avaliação com autoridades ambientais do Estado dos danos causados, da dimensão do vazamento e para saber se ele pode ser contido antes de chegar ao Estado do Rio. O vazamento seria de lama com óxido de ferro e de alumínio e já causou a mortandade de muitos peixes desde a madrugada do último sábado, dia 23, quando houve o rompimento da barreira.O prefeito de Campos, Nelson Nahim, determinou neste domingo (25) que a Defesa Civil Municipal fique de prontidão e tome medidas preventivas, caso haja necessidade da suspensão no abastecimento de água nos distritos de Santa Maria e Santo Eduardo. O secretário municipal de Defesa Civil, Marco Soares, reúne-se com o secretário municipal de Meio Ambiente, Humberto Nobre, na manhã desta segunda-feira (26), para fazer uma avaliação e em seguida emitir nota oficial sobre o caso. “Se for necessário, daremos início às ações de emergência, a fim de que Santa Maria e Santo Eduardo não fiquem sem água. Recebemos uma determinação do prefeito Nahim no sentido de monitorar o caso e tomar todas as providências”, disse Marco Soares.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Campos dos Goytacazes

Minha cidade,meu berço,minha vida.Eu sei que jamais voltará a ser como antes "arquitetônica mente falando"mais ,voltar a ser uma c...