Cielo arranca o peso das costas e é campeão mundial nos 50m borboleta

Em pouco mais de 20 segundos, Cesar Cielo arrancou das costas o peso de 20 dias. E chorou. Muito. Depois de passar quase um mês nadando no incômodo terreno das explicações, o brasileiro voltou a falar alto nesta segunda-feira, do jeito que mais gosta: com braçadas. Nos 50m borboleta, prova que sequer é sua especialidade, atravessou a piscina em 23s10, castigando a água do Centro Esportivo Oriental com a força de quem viu seu nome ligado ao doping ao longo do mês. Bateu em primeiro, gritou, sentou-se na raia, olhou o placar, chorou feito criança. É este o Cielo que abre os trabalhos em Xangai: absolvido pelo tribunal e novamente campeão mundial dentro d’água.É o terceiro título mundial do nadador de 24 anos, que já havia chegado ao topo em Roma, em 2009, nos 50m e 100m livre. Em Xangai, ele também vai nadar as duas provas, suas especialidades. Na quarta-feira, volta à piscina para as eliminatórias dos 100m.

Nenhum comentário:

Postar um comentário