COMUNICADO DO DR. PAULO HIRANO

Concedi entrevista ao Jornal Folha da Manhã na tarde de ontem (terça-feira, 6) para esclarecer a criação de novos leitos de UTI em Campos. Na ocasião, expliquei que a Prefeitura vai aumentar para 90 o número de leitos oferecidos pela rede municipal. As novas UTIs ficarão prontas quando terminarem as obras do Hospital Ferreira Machado (HFM) – com custo inicial de R$ 6 milhões –, e também as do Hospital Geral de Guarus (HGG). Claro que será de grande valia se o Estado ou o Ministério da Saúde nos ajudarem com aparelhos, mas a Prefeitura está investindo recursos próprios, como os royalties, para bancar esses leitos, que fazem parte do projeto de governo da prefeita Rosinha. As informações divulgadas de que o Governo do Estado implantaria, ainda este mês, 10 leitos no HFM e oito no HGG não procedem.Quantitativo - Em 2010, Campos contava com 72 leitos de UTI. Atualmente são 85, somando leitos para adultos e crianças. O Hospital Santa Casa implantou mais 14 no ano passado, totalizando 24 leitos. Esse aumento é possível também em razão do repasse de verbas aos hospitais conveniados, provenientes dos royalties do petróleo, que garante a internação do paciente.




De acordo com dados do Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES), os hospitais da rede privada dispõem de mais 121 leitos. Sempre que necessário, autorizamos a utilização dos leitos da rede privada e repassamos a verba ao hospital.

Nenhum comentário:

Postar um comentário