Grêmio abre 2012 como o clube que mais investiu entre a elite do Brasil

O ano mal começou, e o Grêmio já conseguiu, se não um título, pelo menos uma marca a se comemorar. É o clube que mais contratou e investiu para a temporada entre os grandes que disputarão a série A em 2012. Foram oito contratações e quase R$ 18 milhões gastos. Número bem superior aos do São Paulo, por exemplo, que foi o segundo que mais abriu a mão, com cinco reforços e cerca de R$ 7 milhões investidos, sobretudo em Bruno Cortês, ex-Botafogo.Desde o fim de 2011, a direção gremista trouxe Marcelo Moreno, Kleber, Douglas Grolli, Léo Gago, Pablo, Marco Antônio, Sorondo e Felipe Nunes. Destes, apenas a primeira metade teve custos para o clube. O restante chegou ao Olímpico após o fim de seus contratos ou por investimento de empresários.Para se ter uma ideia da mobilização do departamento de futebol do Grêmio, o clube gaúcho já contratou o dobro de atletas em comparação à soma dos quatro principais clubes cariocas. Mesmo sem o poder de negociação que os dólares de uma Libertadores podem oferecer, o Grêmio mediu forças com Flamengo e Corinthians e pagou R$ 5 milhões por 50% dos direitos econômicos de Kleber. Não tão badalada quanto a vinda do Gladiador, a contratação mais cara atende por Marcelo Moreno, R$ 10 milhões por 70% dos direitos.Para trazer Moreno, por exemplo, o Grêmio usou o dinheiro recebido pela venda do volante Adilson ao futebol russo (1,2 milhão de euro). Além disso, incluiu 15% dos direitos econômicos de Douglas Costa. No entanto, mais do que criatividade, uma das receitas para fisgar talentos no mercado é planejar com antecedência.G1.com


Kleber é o carro-chefe da postura ousada do Grêmio no mercado (Foto: Diego Guichard)

Nenhum comentário:

Postar um comentário