Patrícia Amieiro desapareceu em junho de 2008...

As buscas do corpo da engenheira Patrícia Amieiro em um sítio na zona oeste do Rio de Janeiro foram interrompidas por volta das 17h30 desta terça-feira (10). Policiais da DH (Divisão de Homicídios) sob a coordenação do Ministério Público vasculharam parte do terreno da propriedade, que tem 50 mil m², em buscas de vestígios da jovem, desaparecida desde junho de 2008. As equipes encontraram peças de roupas femininas.A operação foi desencadeada após a Promotoria receber uma denúncia de que o local era usado como cemitério clandestino e que tinha movimentação de policiais militares ligados a milícias. Foram encontradas três armas, duas picapes de luxo, uma motocicleta de luxo e uma sala que seria uma central de monitoramento, com câmeras instaladas por toda propriedade. Quando as equipes chegaram, a central ainda estava funcionando, porém, ninguém foi encontrado. Um dos carros localizados pelas equipes era do proprietário do sítio. O veículo foi encontrado em uma rua próximo ao sítio, informou a Polícia Civil.As buscas serão retomadas nesta quarta-feira (11) e vão contar com o apoio de cães farejadores e um equipamento, alugado pelo Ministério Público, chamado de GPR, que funciona como radar que localiza áreas onde a terra foi revirada.Patrícia desapareceu no dia 14 de junho de 2008, na Barra da Tijuca. O carro dela foi encontrado no canal de Marapendi, no entanto o corpo da jovem, que tinha 24 anos, nunca foi encontrado. Quatro policiais militares são acusados de matarem e sumirem com o corpo da engenheira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário