Cabo Bruno solto


A Justiça de Taubaté concedeu na tarde de quarta-feira (22) o indulto para Florisvaldo de Oliveira, conhecido como Cabo Bruno.
Condenado a 120 anos de prisão, ele cumpriu 27 anos e deverá deixar a Penitenciária 2 de Tremembé, conhecida como P2, ainda nesta quinta-feira (2).
Segundo o Tribunal de Justiça, foi concedido indulto pleno do restante da pena. Assim, o Oliveira não terá mais débitos pendentes com a Justiça.

Ex-policial militar de São Paulo, cabo Bruno é acusado de chefiar um esquadrão da morte que atuava na periferia da capital paulista na década de 1980. Ele foi acusado de mais de 50 assassinatos e está detido em Tremembé desde 2002, onde atuava como pastor.

Decisão torna o ex-policial livre de débitos pendentes com a Justiça.
Oliveira havia sido condenado a 120 anos de prisão.




Nenhum comentário:

Postar um comentário