LONDON 2012 - OLÍMPIADAS É NA RECORD

Brasil renasce após o primeiro set, domina as americanas e é bi no vôlei...

Foto site g1.com

 

 

Se houvesse nocaute no vôlei, a final olímpica de Londres teria durado apenas 21 minutos. Foi o tempo que as americanas gastaram para carimbar nas brasileiras um primeiro set avassalador, com incríveis 15 pontos de diferença. Mas a disputa não era de boxe e, além do mais, as meninas que vestiam amarelo neste sábado conhecem muito bem a receita para ficar de pé antes que a contagem chegue a dez. O contragolpe foi imediato na segunda parcial, e, dali para a frente, a torcida que lotou a Arena em Londres viu um Brasil gigante. Valente. Campeão. Bicampeão olímpico. A vitória na final por 3 a 1 (11/25, 25/17, 25/20, 25/17) mostra que os Estados Unidos não são imbatíveis.

 

 

Esquiva sofre punição

e fica com a prata no boxe...

 

 Ryota Murata entrou sorrindo no ringue do Complexo Excel. E saiu dali da mesma maneira, apesar da mancha roxa no lado direito do rosto. De roupa vermelha, Esquiva Falcão buscava uma revanche contra seu carrasco no Mundial do ano passado. Do bronze em Baku ao posto de campeão olímpico, faltavam apenas três rounds. Uma punição no último, porém, desmoronou seus sonhos. Perdeu dois pontos e a chance de conquistar a medalha de ouro: 14 a 13, apenas um de vantagem para o japonês. Esquiva teve que se contentar com a prata em Londres, o que lhe rendeu a melhor campanha de um pugilista do país nas Olimpíadas.

 

 

Brasil falha muito, perde para México e sonho do ouro vira prata de novo....

Fim! Neymar, o principal astro da seleção brasileira, desaba no gramado de Wembley (Foto: AFP)

 

 Como nos últimos 60 anos, o Brasil iniciou o torneio de futebol masculino das Olimpíadas de Londres garimpando pela medalha de ouro. E o garimpo da equipe de Mano Menezes ia bem. Com cinco vitórias, todas por três gols, a Seleção chegou neste sábado à decisão no estádio de Wembley embalada e favorita. Mas na última etapa do trabalho, garimpou errado. No último passo, em vez de encontrar o esperado ouro, achou pela terceira vez a prata. Com muitas falhas individuais e graças a uma atuação objetiva do México, que venceu por 2 a 1 com direito a gol aos 29 segundos.Assim como em 1984, em Los Angeles, e em 1988, em Seul, a seleção brasileira ficou com o vice-campeonato olímpico (o país ainda tem duas medalhas de bronze, em 1996, em Atlanta, e 2008, em Pequim). Leandro Damião acabou como artilheiro, com seis gols.

 

 

 

 

 

 

 

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário