Ministério Público do Trabalho em São João da Barra investiga condições subhumanas

MPT investiga condições subumanas em Grussaí, São João da Barra...Fiscais do Ministério Público do Trabalho (MPT) e do Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil realizaram na manhã desta quarta-feira (28), uma fiscalização em um alojamento de trabalhadores que prestam serviços no Porto do Açu. Na pousada na praia de Grussai, litoral de São João da Barra, estão abrigados 180 trabalhadores de duas empresas.No local, os fiscais constataram que além da falta de condições dos banheiros, a comida não tem qualidade e a água apresenta coloração escura.José Adeildo Alves de Siqueira, de 29 anos morador da cidade de Custódia, em Pernambuco disse que veio trabalhar com a promessa que no fim do ano, teria autorização para voltar a cidade natal e encontrar a família.” Agora eles dizem que só vamos em casa daqui a 6 meses. Eles dizem que quem continuar reclamando vai ser mandado embora”.Representantes do Ministério, do Sindicato e das empresas estão reunidos para buscar entendimentos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário