Integrantes de torcida do Atlético-MG são condenados por morte em 2010

Integrantes de torcida organizada são julgados no Fórum Lafayette (Foto: Divulgação / TV Globo)
Dois integrantes de uma torcida organizada do Atlético-MG – Roberto Augusto Pereira e William Thomaz Palumbo – foram condenados a 14 anos de prisão na noite desta sexta-feira (12) por envolvimento na morte do torcedor cruzeirense Otávio Fernandes no dia 27 de novembro de 2010, que na época tinha 19 anos. A vítima foi espancada em frente a um ginásio que sediava um evento de luta em Belo Horizonte.De acordo com a assessoria do Fórum Lafayette as penas são de 12 anos por homicídio e dois anos por formação de quadrilha. Ainda segundo o fórum, os réus foram absolvidos do crime de tentativa de homicídio.No dia do confronto entre torcedores, outras quatro pessoas ficaram feridas, acusação que também foi atribuída aos réus. Em 31 de janeiro, seis pessoas já foram condenadas no caso. Ao todo, 12 foram denunciadas pelo Ministério Público Estadual por homicídio qualificado, tentativa de homicídio, concurso de pessoas e formação de quadrilha.De acordo com a assessoria do Fórum Lafayette, não há data para o julgamento dos outros quatros denunciados, porque estes recorreram contra a sentença que determinou que eles vão a júri popular.F/G1.COM

Nenhum comentário:

Postar um comentário