PEDOFILIA : O caso “Meninas de Guarus” volta a ser discutido em Campos em uma audiência pública nesta sexta-feira (17/05) a partir das 14h na Câmara de Vereadores. Participam do evento representantes de três comissões da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj): Direitos Humanos, Defesa da Mulher e Defesa da Criança, do Adolescente e Idoso.

O caso “Meninas de Guarus” volta a ser discutido em Campos em uma audiência pública nesta sexta-feira (17/05) a partir das 14h na Câmara de Vereadores. Participam do evento representantes de três comissões da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj): Direitos Humanos, Defesa da Mulher e Defesa da Criança, do Adolescente e Idoso.O Deputado Roberto Henriques solicitou a audiência pública pelo fato de a pedofilia ter abalado à população. 
“Com todos os seus ingredientes agravantes, como sequestro, extorsão, assassinato e outros. A sociedade de Campos aguardou pacientemente, mas nada aconteceu, o que motivou a procurar saber por que a demora para conclusão do caso. Espero que possamos ter um desfecho exemplar para coibir quaisquer outros casos de pedofilia em Campos, porque onde há impunidade, há a continuidade dos crimes", disse.
Os conselheiros tutelares Diana Rocha Fernandes e Leila Aparecida Louvain Soares de Castro; os delegados Geraldo Rangel de Andrade Júnior e Ivana Maria Peres Morgado; o inspetor de Polícia Luís Carlos de Castro Gandra; e o promotor público Leandro Manhães de Lima Barreto foram convidados. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário