Garotinho : Câmara pagou R$ 10 milhões a deputados que não exerceram mandato

O deputado federal Anthony Garotinho (PR-) vai apresentar na Câmara Federal um projeto de lei que impede parlamentares designados para funções no Executivo de receberem salários. Atualmente, um deputado nomeado para alguma secretaria tem a opção de escolher o salário da Câmara ou da pasta na qual vai exercer o cargo. Como os vencimentos de um parlamentar geralmente são maiores do que os de secretários do Executivo, eles sempre escolhem o pagamento pela Câmara, mesmo sem exercer o mandato um dia sequer.




Graças a essa regra, a Câmara dos Deputados gastou R$ 22 milhões no ano passado: R$ 10 milhões com deputados que sequer pisaram em Brasília e ficaram em seus estados à serviço do executivo e R$ 12 milhões com os suplentes que os substituíram.

Obs.Muito bem Garotinho,parabéns,é isso mesmo,essas mamatas tem que acabar,é uma vergonha !

Nenhum comentário:

Postar um comentário