Grevistas voltam a trabalhar segunda-feira, mas PF e Polícia Rodoviária Federal continuam paradas

A maioria dos funcionários públicos federais deverá voltar ao trabalho a partir da próxima segunda-feira (3), mas a Polícia Federal e a Polícia Rodoviária Federal ainda não aceitaram a proposta do governo e deverão permanecer de braços cruzados.A Fenapef (Federação Nacional dos Policiais Federais) informou nesta terça-feira (28) que a categoria fará assembleia geral na próxima quinta-feira (30) para decidir se aceita a proposta do governo. Por enquanto, apenas 30% do efetivo da PF continuam trabalhando e alguns serviços, como a emissão de passaportes e as grandes investigações, estão comprometidos. A FenaPRF (Federação Nacional dos Policiais Rodoviários Federais) também informou que a categoria não deve voltar a trabalhar na segunda-feira. A federação disse que ainda vai se reunir com sindicatos regionais, e isso só deve acontecer na sexta-feira (31). Nesta terça-feira, os servidores públicos federais ligados à Condsef (Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Federal) resolveram acatar a proposta de reajuste de 15,8% do governo e, assim, vão encerrar a greve que já durava cerca de dois meses. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário