Alta de 6,6% na gasolina é ‘modesta’ e não atrapalha, diz Mantega

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse nesta quarta-feira (30) que o aumento de 6,6% na gasolina, anunciado no dia anterior pela Petrobras, é uma “elevação modesta” e que “não vai atrapalhar ninguém”. De acordo com ele, o reajuste nos postos, ou seja, para o consumidor, deve ficar em torno de 4%.“Queria lembrar a vocês que faz quatro anos que o preço da gasolina não sobe. De 2006 até 2012, o preço da gasolina subiu 6%, muito menos do que toda a inflação [do período]. [A alta de 4% nas bombas] é uma elevação modesta perto daquilo que aconteceu com o preço da gasolina. É uma pequena correção que não vai atrapalhar ninguém”, disse Mantega, após participar de encontro com prefeitos, em Brasília.O preço da gasolina nas refinarias foi elevado em 6,6% nas usinas nesta quarta-feira. Para o diesel, o reajuste ficou em 5,4%. Os aumentos foram anunciados pela Petrobras na noite de ontem  terça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário