Polícia detém suspeito de ameaçar jornalista da TV Record Gisele Borba


Policiais do Serviço Reservado do 8º Batalhão de Policiamento Militar detiveram na tarde desta sexta-feira (25/01), por volta das 15h, na Rua Maestro Lourenço Soares, no bairro IPS, um homem suspeito de ameaçar a jornalista da TV Record, Gisele Borba.
Segundo a vítima, há cerca de um ano, J.P.T., de 31 anos, costumava mandar cartas para o seu local de trabalho e insistentemente fazia ligações declarando estar apaixonado. J.P.T., também fazia constante ameaçavas ao marido da jornalista dizendo que daria um jeito de tirá-lo do caminho. Até que um dia invadiu a TV a procura da jornalista.
Em uma das cerca de 78 cartas recebidas, a jornalista pediu que fosse informado o endereço e ele correspondeu o pedido. Através disso, Gisele o denunciou acarretando num primeiro registro de ocorrência na 134ª Delegacia Legal, por perturbador de tranquilidade e injúria.
“Ele continuou com as ameaças e num intervalo de um mês, aproximadamente, fiz uma segunda queixa que foi registrada como reincidência de perturbador de tranquilidade. Desta vez, ele foi julgado e condenado a pagar cesta básica e prestar serviços comunitários. Ele ficou um tempo sem me perturbar, mas novamente retornou a TV Record. Comecei a gritar e chamei os seguranças, mas ele conseguiu fugir”, contou.
Na delegacia, Gisele também contou que ela e seu marido mudaram de endereço, mas Juliano descobriu o endereço novo.
“Que a gente tenha visto, ele apareceu duas vezes na frente da nossa casa. Acredito que ele me vigiava ao sair e entrar no serviço, ele sabe todos os horários, passos, como faz questão de dizer nas cartas. Hoje por volta de 13h30 vimos o J.P.T., na frente de casa, de bicicleta fazendo gestos como se quisesse dizer que iria matar meu marido. Imediatamente liguei para a polícia dizendo como era e como estava vestido e pouco tempo depois conseguiram detê-lo a dois quarteirões da minha casa. Ele é um psicopata, se diz estar apaixonado, que quer casar e ter filhos com uma pessoa que se ‘encantou’ pela televisão”, acrescentou a jornalista.
O caso está sendo registrado na 134ª DP, onde as partes estão sendo ouvidas e J.P.T. pela terceira vez ficará a disposição da justiça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário